sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Governo Brasileiro: forneça gratuitamente a vacina Spiranza!


A síndrome de Werdnig-Hoffmann é uma doença degenerativa, e o seu tratamento é feito para aliviar os sintomas e ajudar o paciente a ultrapassar as limitações criadas por esta enfermidade, que estão relacionadas com a falta de força nos músculos de todo o corpo. A dificuldade para respirar é um dos sintomas mais frequentes nos bebês e, por isso, pode ser necessário fazer uma traqueostomia pouco tempo após o nascimento para facilitar a respiração e melhorar a qualidade de vida da criança.
Além disso, a falta de força nos músculos do corpo provoca sempre limitações para o paciente, impedindo-o de realizar as atividades diárias mais simples, tais como: caminhar, comer ou vestir-se, entre outras corriqueiras situações. Num bebê, a doença normalmente provoca:
Fraqueza generalizada dos músculos;
Flexibilidade excessiva das articulações;
Dificuldade para controlar a cabeça, mesmo após os 3 meses;
Contração involuntária dos músculos, incluindo da língua;
Dificuldade para mamar ou engolir.
Existe nos Estados Unidos uma vacina capaz de tratar essa doença, Spiranza, mas seu custo é muito alto, cerca de 3 milhões de reais para as primeiras 6 doses. Poucas famílias no mundo têm condições de arcar com um tratamento desses. Pensando nelas é que a Anessara Zanol fez um abaixo-assinado para colher assinaturas a fim de pressionar o Presidente Michel Temer, o Congresso Nacional e o Ministro da Saúde para que tais crianças recebam a vacina gratuitamente, principalmente àquelas que estão sofrendo com seus bebês no hospital, esperando por doações. Conheçam alguns casos para entender:
A família do Jonatas https://m.facebook.com/AmeJonatas/
A família do Marlonn https://m.facebook.com/amemarlonn/
A família do Joaquim https://m.facebook.com/amejoaquim/

Salvar nossas crianças, promovendo o bem-estar de todos é dever de todos os cidadãos. Não fique fora desta e assine este abaixo-assinado agora!

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Queremos a reabertura urgente do Centro de Triagem de Animais Silvestres - CETAS no Paraná!


O Bernardo Marino de Curitiba está convocando a todos, em uma petição, para pressionar o Ibama, Superintendência do Ibama no Paraná (Supes/PR) e a PUC-PR, entre outros, a fim de reabrirem o CETAS no Paraná. O CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) era responsável por receber animais que chegavam, principalmente, por apreensões realizadas pelos órgãos de fiscalização ambiental. No referido órgão era avaliada a saúde do animal e a possibilidade de soltura ou de encaminhamento para criadores credenciados ou zoológicos. A instituição, localizada em Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba, encerrou as atividades no fim de junho deste ano. A entidade era gerenciada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), que mantinha uma parceria com o Ibama, para a manutenção do espaço. Com o fim das atividades do CETAS, o estado ficou sem um espaço específico para a triagem de animais silvestres. O espaço e trabalho realizado pela instituição são necessários. Além de ajudar centenas de animais desamparados, gera emprego num país em que a economia anda de mal a pior. Assine e compartilhe esta petição a fim de exigir que os responsáveis voltem atrás com a decisão de fechar o único local responsável por tais vidas. O ser humano precisa aprender a respeitar e amar os animais. Nós somos responsáveis pela vida de cada um deles. Junte-se a nós neste pleito!

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Gatinhas Manhosas


Elas continuam em busca de lares acolhedores. Que tal se candidatar? Entre em contato conosco pelo rs.vocefeliz.2014@gmail.com e adote uma dessas belezuras que só querem ser amadas.


segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Crianças que têm escola, têm escolha


Aqui está uma campanha de crowdfunding que recomendamos, pois apoia a educação. Intitulada como "Crianças que têm escola, têm escolha", a IAM - Instituição Assistencial Meimei precisa de todos nós para garantir que as crianças continuem tendo o direito de ter os professores e a educação de qualidade que merecem. Como eles mesmo definem: crianças que têm escola, têm escolha, e assim construímos juntos um futuro melhor para todos. E que tal apoiá-los? 

Há 40 anos a Instituição Assistencial Meimei (www.iam.org.br) oferece ensino gratuito a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e/ou econômica residentes em comunidades carentes dos municípios de São Bernardo do Campo e Diadema, tendo como objetivo prioritário a melhoria da qualidade de vida da criança, do jovem e de seu grupo familiar e a possibilidade de um futuro diferente da dura realidade que enfrentam. Quer conhecer mais o projeto? Entre neste link e apoie esta causa também.